Conflitos News

Crise climática ameaça o Quarup, ritual ancestral dos indígenas do Xingu

Cerimônia fúnebre do Quarup, realizada para os mortos ilustres no Território Indígena do Xingu, teve que ser adaptada para evitar queimadas e garantir alimentos para todos os visitantes. Devido à crise climática, as florestas estão mais secas e mais inflamáveis: nos últimos 20 anos, 189 mil hectares de floresta preservada no Xingu foram perdidos para o fogo.

Perda da araucária ameaça cultura indígena Kaingáng

O declínio das matas de araucária na região Sul traz consequências graves para a cultura Kaingáng, que faz do pinheiro importante fonte alimentar, cultural e de resistência. Ecossistema é um dos mais devastados do Brasil: restam apenas 3% de sua extensão original.
Grupo Pataxó em ação de retomada de seu território em plantação de eucaliptos. Foto: Rodrigo Mãdy Pataxó/arquivo pessoal

Povo Pataxó ocupa plantação de eucaliptos e busca recuperar suas terras no sul da Bahia

Em 22 de junho, um grupo de quase 200 indígenas Pataxó ocupou uma plantação de eucaliptos dentro de seu território demarcado na Bahia, incendiando as árvores. A retomada ocorre num contexto de crescente resistência à expansão dos eucaliptos na Bahia e deflagra a frustração dos povos indígenas com a lentidão do processo para ganhar plenos direitos legais sobre suas terras.
Grupo Pataxó em ação de retomada de seu território em plantação de eucaliptos. Foto: Rodrigo Mãdy Pataxó/arquivo pessoal

Investigação liga cadeia de fornecimento de frango na Europa a abusos aos direitos indígenas no Brasil

Nova investigação estabeleceu uma ligação entre as redes de supermercados, fast food e marcas de comida para pets da Europa com a fazenda Brasília do Sul, de 9.700 hectares, que se tornou sinônimo de abusos aos direitos indígenas no Mato Grosso do Sul. Brasília do Sul abrigava um grupo de indígenas Guarani-Kaiowá, que foi expulso à força nos anos 1950 para abrir caminho ao desenvolvimento agrícola.